Angioplastia - Cirurgia para Desobstruir Artéria

Obstrução arterial - Aterosclerose é uma doença na qual as artérias se estreitam

A angioplastia é uma cirurgia realizada com o intuito de desobstruir uma artéria do paciente. Para a realização de angioplastia não são necessários cortes ou pontos na pele. Essa técnica hemodinâmica é realizada por punção e utiliza um minúsculo balão na ponta de um cateter, que é insuflado dentro da artéria obstruída com placas de gordura e sangue, restituindo o fluxo sanguíneo. Em alguns casos é necessário a utilização de uma mini tela de aço chamada stent que impede que placa de gordura volte a obstruir a circulação.







Obstrução arterial

A aterosclerose é uma doença na qual as artérias se estreitam ou ficam obstruídas por placas compostas de gordura e colesterol. Dependendo do órgão acometido pode levar a quadros extremamente graves como infarto do miocárdio, isquemia de membros e acidente vascular cerebral.

Assim que o diagnóstico é realizado o paciente necessita iniciar o tratamento clínico com medicamentos e mudança no estilo de vida. Alguns casos necessitam de intervenção para desobstruir o fluxo sanguíneo, e o procedimento não invasivo mais realizado para esse fim é a angioplastia.

O médico usa um aparelho de raios X (hemodinâmica) para observar o coração e as artérias, injeta no paciente um contraste para ressaltar o fluxo sanguíneo dentro das artérias, e identificar possíveis obstruções nos vasos arteriais. A Angioplastia é uma técnica cirúrgica Endovascular que consiste na desobstrução de artérias com a utilização de cateteres. Para a realização de angioplastia não são necessários cortes ou pontos na pele. Por uma punção com agulha delicada, geralmente da artéria femoral, se introduz um fio-guia e um cateter, passando o local da lesão e, através deste, coloca-se o a balão,  que quando insuflado, abre a luz do vaso tratado restaurando o fluxo em seu interior. Para desobstrução destas artérias utilizam-se balões de angioplastia e stents.

São alguns exemplos de angioplastia:

- Angioplastia das artérias coronárias;
- Angioplastia de artérias da perna para pacientes com insuficiência arterial crônica de membros inferiores;
- Angioplastia de artérias renais para pacientes com hipertensão renovascular ou nefropatia isquêmica;
- Angioplastia de artéria carótida para pacientes com estenose carotídea;
- Angioplastia de veias com estenose para  tratar fístulas artério-venosas sem fluxo adequado.

Os riscos de uma angioplastia são muito baixos, mas devem ser conhecidos: reação alérgica ao contraste radiológico; danos a algum vaso sanguíneo ou válvula; morte; arritmia cardíaca; AVC (acidente vascular cerebral), embora seja pouco comum; insuficiência renal (o maior risco ocorre entre pessoas que possuem problemas renais antes do procedimento cirúrgico); obstrução do fluxo sanguíneo a determinada região do coração e sangramento da área onde é introduzido o cateter.

A angioplastia não cura a causa das obstruções e as artérias podem novamente estreitar-se, fato que pode requerer outra angioplastia. Os pacientes devem seguir uma dieta especial, praticar exercícios, abandonar o tabagismo e reduzir o stress. Possivelmente o médico irá receitar algum medicamento que reduza os níveis de colesterol.













Os artigos desta página foram escritos pela equipe médica EndovascularSP e o conteúdo tem caráter informativo. Caso os médicos Endovasculares não tenham abordado algum assunto do seu interesse, clique aqui e envie uma mensagem.


Clínica Endovascular SP
Avenida Pacaembú 1882, CEP: 01234-000
São Paulo/SP -Tel: (11) 98161.4443




Clínicas
| Médicos | Especialidades | Tratamentos | Doenças vasculares | Fale com

https://www.facebook.com/EndovascularSP
by Convert mkt