Embolização - Tumores e Malformações Vasculares

Muitas malformações vasculares respondem à realização de embolização com diminuição da lesão, reduzindo quadros de dor, e por vezes facilitando a realização de cirurgias para sua retirada.



O que são tumores?

Tumores são tecidos celulares que crescem de forma desordenada. São classificados como malignos quando invadem outros órgãos, quando têm a capacidade de gerar metástases ou se implantarem em órgão à distância. Esses tumores são letais se não tratados.
Os tumores benignos tem crescimento mais lento, e não geram metástases. O risco de complicação dos tumores benignos depende do tamanho e da localização. Cada tipo de tumor (câncer) demanda um tipo de tratamento: cirurgia, quimioterapia ou tratamento paliativo.
As malformações vasculares, como por exemplo os hemangiomas, são geralmente alterações na formação dos vasos sanguíneos, muitas vezes presentes desde o nascimento.

Causas - Tumor

Uma desordem genética que leva a um crescimento acelerado e descontrolado é responsável pela formação da maioria dos tumores.
As malformações vasculares podem ser causadas por desordem genéticas ou por falha no desenvolvimento adequado do embrião.

Sintomas - Tumor

Depende do órgão afetado pelo Tumor. Este pode apresentar sintomas sistêmicos como febre, perda de peso, perda do apetite e dor.
Malformações vasculares muitas vezes não causam sintomas. Entretanto, por vezes podem causar compressão de estruturas adjacentes acarretando em sintomas diversos. Muitas vezes são responsáveis por comprometimento estético.

Diagnóstico - Tumor | Malformação Vascular

Ultrassonografia, Ressonância Nuclear Magnética e Tomografia são os principais exames para identificar o tamanho e localização do tumor ou malformação vascular.

Tratamento - Tumor | Malformação Vascular

Cada tipo de tumor demanda um tipo de tratamento visando a cura. Ex: Linfomas precisam de quimioterapia, tumores gástricos precisam de cirurgia. Alguns tumores não respondem a estes tratamentos padronizados e podem gerar complicações.
Algumas malformações vasculares regridem sozinha. Outras são passíveis de tratamento cirúrgico excisional. Muitas respondem a realização de embolização.

Embolizações para tumores e malformações vasculares

O uso de métodos de embolizações vasculares visa interromper o fluxo arterial aos tumores. Com essa técnica, utilizamos partículas ou drogas específicas para obstruir as artérias que nutre os tumores, isto evita que o tumor receba os suprimentos do sangue e possa se desenvolver. Em alguns casos pode levar a diminuição do tumor e controlar ativamente a doença.
Muitas malformações vasculares respondem à realização de embolização com diminuição da lesão, reduzindo quadros de dor, e por vezes facilitando a realização de cirurgias para sua retirada.




Qual a melhor técnica para o tratamento dos tumores?

Os métodos de embolização são terapias complementares ao tratamento cirúrgico e quimioterápico. Deve ser indicado de forma conjunta com o Oncologista, com o Cirurgião Endovascular/Radiologista intervencionista e com o Cirurgião Oncológico.

Qual a melhor técnica para o tratamento das malformações vasculares?

Depende do tipo e localização de malformação vascular. Avaliação com cirurgião endovascular/Radiologista intervencionista se faz necessária para decisão da melhor conduta para cada caso.


Os artigos desta página foram escritos pela equipe médica EndovascularSP e o conteúdo tem caráter informativo. Caso os médicos Endovasculares não tenham abordado algum assunto do seu interesse, clique aqui e envie uma mensagem.


Clínica Endovascular SP
Avenida Pacaembú 1882, CEP: 01234-000
São Paulo/SP -Tel: (11) 98161.4443




Clínicas
| Médicos | Especialidades | Tratamentos | Doenças vasculares | Fale com

https://www.facebook.com/EndovascularSP
by Convert mkt