Artéria Carótida - Doenças da Carótida

Obstrução da Carótida - Doença Obstrutiva da Carótida - Causas, Sintomas, Diagnóstico, Tratamento Convencional, Tratamento Endovascular

A Artéria Carótida leva sangue ao cérebro, quando existe uma obstrução chamada de Doença Obstrutiva da Carótida pode acontecer um AVC (acidente vascular cerebral).

O que é?

A artéria carótida é responsável por levar sangue ao cérebro. Sua obstrução pode gerar déficit de circulação ou quadros de embolia para o tecido cerebral. A falta de circulação aguda de parte do cérebro é chamado AVC (acidente vascular cerebral). A principal causa do AVC é a obstrução das carótidas.

Causas

A aterosclerose é a principal causa, assim como nas doenças das coronárias. Os fatores de risco são: idade avançada; diabetes; tabagismo; pressão alta; colesterol elevado; obesidade; sedentarismo e história familiar.

Sintomas

A maioria dos pacientes não apresenta qualquer sintoma no início da doença, podendo ser o primeiro sintoma decorrente de um AVC, muitas vezes fatal ou com sequelas.
Quando apresenta sintomas, estes geralmente são alterações neurológicas: de fala, de sensibilidade e movimentação dos dedos e dos membros, ou perda transitória da visão.

Quando um paciente tem um AVC, muitas vezes é irreversível e com sequelas para toda a vida.

Diagnóstico

O principal método diagnóstico é por Ultrassom com Doppler. Este exame geralmente é realizado como rotina em pacientes com fatores de risco ou idade maior que 60 anos. Após o diagnóstico, exames mais detalhados são solicitados pelo cirurgião vascular.


Tratamento Convencional

O tipo de tratamento da obstrução da carótida depende do quadro clínico e do grau de estenose. Muitas vezes apenas o tratamento com medicação e acompanhamento estão indicados. O tratamento cirúrgico convencional é a Endarterectomia de Carótida, que consiste na retirada cirúrgica da placa de aterosclerose (gordura) para restabelecer o fluxo normal de sangue.

Tratamento Endovascular

É uma técnica minimamente invasiva, que consiste na angioplastia com utilização de um stent. O stent é uma endoprótese semelhante à usada na angioplastia de coronária, que tem a finalidade de desobstruir o fluxo sanguíneo para o cérebro. Durante a implantação do stent, um filtro de proteção cerebral deve ser utilizado. A Angioplastia é realizada com anestesia local sem incisão cirúrgica, e a estenose é desobstruída com delicados cateteres e balões de angioplastia.

Qual a melhor técnica?

A técnica consagrada é a cirurgia convencional, no entanto alguns pacientes têm indicação de angioplastia com stent. A decisão deve ser realizada por uma Equipe Médica treinado nas duas técnicas após estudo minucioso do caso.






Os artigos desta página foram escritos pela equipe médica EndovascularSP e o conteúdo tem caráter informativo. Caso os médicos Endovasculares não tenham abordado algum assunto do seu interesse, clique aqui e envie uma mensagem.


Clínica Endovascular SP
Avenida Pacaembú 1882, CEP: 01234-000
São Paulo/SP -Tel: (11) 98161.4443




Clínicas
| Médicos | Especialidades | Tratamentos | Doenças vasculares | Fale com

https://www.facebook.com/EndovascularSP
by Convert mkt